SIEMEC: Sistema de intervenções estruturais para mitigação dos efeitos de cheias nas bacias dos rios Muriaé e Pomba

 

O SIEMEC é o sistema de intervenções estruturais destinados à mitigação do efeito das cheias nas Bacias dos Rios Muriaé e Pomba. Este sistema guarda relação direta com o SISPREC, na medida em que se valeu das simulações deste último para identificar necessidades de mitigação dos eventos críticos nas bacias e programar dispositivos de atenuação de seus efeitos, mitigando os efeitos adversos previstos.

Os estudos que nortearam o SIEMEC consideram três subsistemas de intervenções estruturais:

• A concepção do Subsistema 1 tem por diretrizes a implantação de reservatórios de detenção, que visam reduzir localmente a vazão de pico, diminuindo a onda de cheia nos trechos a jusante. Com a redução dos picos de cheia, esse subsistema gera um impacto de menores proporções em relação aos demais subsistemas no que se refere à desapropriações/relocação de populações urbanas. No entanto, resulta em um passivo ambiental e social decorrente da área ocupada pelo lago da barragem;
• A concepção do Subsistema 2 tem por diretriz básica a adoção de soluções que garantam o incremento de capacidade das calhas fluviais que atravessam as cidades do SIEMEC, de forma a acomodar adequadamente a cheia de projeto sem ocasionar transbordamentos e/ou inundações nas áreas ribeirinhas. Esse subsistema gera impactos sociais importantes, visto que é necessária a desapropriação de lotes nas áreas ribeirinhas para implantação das obras;
• A concepção do Subsistema 3 busca incorporar soluções que minimizem os problemas de desapropriação e, em especial, de remoção/relocação de moradores ribeirinhos. Desta forma, como critério geral, considera a construção de dispositivos que desviem parte do fluxo da calha principal para um "by-pass" construído em áreas disponíveis. Estes dispositivos são combinados com outras soluções, complementando a capacidade de vazão dos canais existentes. Em contraposição, esse subsistema tende a resultar em custos elevados, e é dependente da topografia local e do percurso do curso d'água principal.

Ao final dos estudos, não foram propostas obras do Subsistema 3, uma vez que as intervenções dos Subsistemas 1 e 2 se mostraram suficientes para a contenção das cheias nas bacias dos rios Muriaé e Pomba, para o risco de inundações considerado, conforme se verifica na tabela a seguir.

Entretanto, caso se decida realizar intervenções complementares para reduzir ainda mais os riscos de inundação, foram indicadas as vazões não controladas pelas estruturas previstas para tempos de recorrência igual a 50 e 100 anos, transcritas na tabela a seguir.

Assim, o SIEMEC envolve um conjunto expressivo de intervenções que contribuem de forma integrada para o resultado final e, por essa razão, deverá ser implantado gradualmente ao longo do tempo. Na bacia do Paraíba do Sul, o foco das intervenções são as sub-bacias dos rios Muriaé e Pomba em virtude dos recorrentes e graves impactos das inundações.

As obras selecionadas para compor o SIEMEC são:

• Barragens Carangola e Tombos, no rio Carangola (Bacia do Muriaé);
• Barragem Muriaé, no rio Muriaé (Bacia do Muriaé);
• Barragem Xopotó, no rio Xopotó (Bacia do Pomba);
• Melhoramentos na calha do rio Carangola, nos trechos urbanos das cidades de Carangola/MG, Porciúncula/RJ e Natividade/RJ;
• Melhoramentos na calha do rio Fubá, no trecho urbano de Miraí/MG;
• Melhoramentos na calha do rio Muriaé, nos trechos urbanos de Laje do Muriaé/RJ, Itaperuna/RJ, Italva/RJ e Cardoso Moreira/RJ;
• Melhoramentos na calha do rio Pomba, nos trechos urbanos de Cataguases/MG e Santo Antonio de Pádua/RJ.

Observação: os estudos consideraram como já viabilizados a Barragem no rio Preto, à montante da cidade de Muriaé/MG, e os melhoramentos hidráulicos na calha do rio Muriaé no trecho urbano de Muriaé/MG, ambos frutos de estudos anteriores.

Relatórios:

R30 - Relatório de Coleta de Dados e Reconhecimento de Campo
R31 - Relatório sobre o Papel dos Afluentes nas Cheias e Pontos Críticos para o SIEMEC
R32 - Relatório de Caracterização das Cheias e da Planície de Inundação
R33 - Relatório sobre Locais Propícios para Implantação de Estruturas e Consolidação dos Critérios do SIEMEC
RF34 - Relatório Final da Concepção Geral do SIEMEC
RF35 - Relatório de Diretrizes para Detalhamento das Intervenções Previstas no SIEMEC


Agência Nacional de Águas - ANA
Setor Policial, área 5, Quadra 3, Blocos "B","L","M" e "T".
Brasília-DF CEP: 70610-200 PABX: (61) 2109-5400 / (61) 2109-5252